Envie uma mensagem

Biodiversidade ou diversidade biológica (grego bios, vida) é a diversidade da natureza viva. Desde 1986, o termo e conceito tem adquirido largo uso entre biólogos, ambientalistas, líderes políticos e cidadãos conscientizados no mundo todo. Este uso coincidiu com o aumento da preocupação com a extinção, observado nas últimas décadas do Século XX.

Refere-se à variedade de vida no planeta Terra, incluindo a variedade genética dentro das populações e espécies, a variedade de espécies da flora, da fauna, de fungos macroscópicos e de microrganismos, a variedade de funções ecológicas desempenhadas pelos organismos nos ecossistemas; e a variedade de comunidades, habitats e ecossistemas formados pelos organismos.

A Biodiversidade refere-se tanto ao número (riqueza) de diferentes categorias biológicas quanto à abundância relativa (equitabilidade) dessas categorias. E inclui variabilidade ao nível local (alfa diversidade), complementariedade biológica entre habitats (beta diversidade) e variabilidade entre paisagens (gama diversidade). Ela inclui, assim, a totalidade dos recursos vivos, ou biológicos, e dos recursos genéticos, e seus componentes.

O termo diversidade biológica foi criado por Thomas Lovejoy em 1980, ao passo que a palavra Biodiversidade foi usada pela primeira vez pelo entomologista E. O. Wilson em 1986, num relatório apresentado ao primeiro Fórum Americano sobre a diversidade biológica, organizado pelo Conselho Nacional de Pesquisas dos EUA (National Research Council, NRC). A palavra "Biodiversidade" foi sugerida a fim de substituir diversidade biológica, expressão considerada menos eficaz em termos de comunicação.

Não há uma definição consensual de Biodiversidade. Uma definição é: "medida da diversidade relativa entre organismos presentes em diferentes ecossistemas". Esta definição inclui diversidade dentro da espécie, entre espécies e diversidade comparativa entre ecossistemas.

Outra definição, mais desafiante, é "totalidade dos genes, espécies e ecossistemas de uma região". Esta definição unifica os três níveis tradicionais de diversidade entre seres vivos:

  • diversidade genética - diversidade dos genes em uma espécie.
  • diversidade de espécies - diversidade entre espécies.
  • diversidade de ecossistemas - diversidade em um nível mais alto de organização, incluindo todos os níveis de variação desde o genético.

O enfoque foi ampliado a partir da Conferencia Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (CNUMAD ou Rio-92), que reuniu milhares de pessoas representando governos e povos de centenas de nações, firmando-se a CONVENÇÃO DA DIVERSIDADE BIOLOGICA (CDB), marco básico mundial para tratar deste tema. É reconhecido que a conceituação de diversidade biológica ou biodiversidade varia considerando-se diferentes setores, mas de acordo com a CDB, tem sempre ênfase na variabilidade de organismos vivos de todas as origens, compreendendo, dentre outros, os ecossistemas terrestres, marinhos e outros ecossistemas aquáticos, e os complexos ecológicos de que fazem parte. Compreende ainda a diversidade dentro de espécies, entre espécies e de ecossistemas.

Ao trabalhar com uma visão integrada de distintos elementos constituintes da natureza, e tendo em vista a manutenção de sistemas funcionais e bem estar de populações, devem-se considerar métodos que incluam, simultaneamente, análise e avaliação de aspectos ambientais, metodologias de produção, e aspectos socioeconômico-culturais. O estudo que aborda esta integração (ou interface) é uma área do conhecimento que, durante muito tempo, foi vista num sentido bastante restrito, como tema ligado apenas às entidades “ecologistas”. O avanço da tomada de consciência em relação ao meio ambiente expandiu os focos de discussão, criando uma nova percepção sobre os recursos biológicos. Há que se salientar que, dependendo dos setores envolvidos na discussão, a BIODIVERSIDADE é vista como um recurso, como uma propriedade da vida, ou como um fator fundamental para a própria sobrevivência humana, integrando, neste contexto, o ser humano, como um de seus elementos.

Para o RS Biodiversidade, o conceito de biodiversidade, ou diversidade biológica, compreende a variedade de vida no planeta, incluindo os genes, as espécies de flora, fauna e microorganismos, os ecossistemas terrestres e aquáticos e os processos ecológicos associados.

 



 

| Voltar |

 









Desenvolvido por PROCERGS