Envie uma mensagem

 

Meliponíneos são tema de reunião em Caçapava do Sul:

15/12/2015

O Projeto RS Biodiversidade realizou no último sábado, 12 de dezembro, o Seminário de Abertura da consultoria de criação, manejo e conservação de abelhas nativas, sob execução da organização não governamental Ação Nascente Maquiné (ANAMA). O evento, que ocorreu em Caçapava do Sul, contou com a presença de 20 pessoas, entre técnicos, agricultores e pecuaristas familiares. A ação é coordenada pela Fundação Zoobotânica.

O trabalho visa capacitar e incentivar a criação e manejo de abelhas nativas sem ferrão como instrumento de promoção do desenvolvimento sustentável para o Bioma Pampa, em especial para região da Serra do Sudeste, uma das áreas de maior biodiversidade do Rio Grande do Sul. Para isso, está sendo instalada uma Unidade Demonstrativa na forma de meliponário para 20 colônias de abelhas nativas, sendo 10 tubunas (Scaptotrigona bipunctata) e 10 jataís (Tetragonisca angusgula). Está previsto para os meses de janeiro, fevereiro e março a realização de 3 cursos junto ao público contemplado: “Meliponicultura para iniciantes”, “Meliponicultora avançada”, “Ecologia das florestas e sistemas agroflorestais”, além de visitas técnicas a meliponários de referência no estado. Após os cursos, a consultoria auxiliará 10 beneficiários na instalação de meliponários em suas propriedades.

A criação racional e manejo de abelhas nativas é denominada meliponicultura, sendo praticada em várias partes do mundo e tendo como objetivo principal a produção de mel, além de outros produtos como o própolis. Entretanto, são os serviços ambientais de polinização prestados pelas abelhas em ecossistemas naturais e agroecossistemas sua principal contribuição para o homem e o meio ambiente. A meliponicultura é uma atividade ecologicamente correta, de baixo investimento inicial e com boas perspectivas de retorno financeiro, demonstrando ser uma excelente alternativa de geração de renda. 






     

 

| voltar |










Desenvolvido por PROCERGS